Since March 20, 2008

Olá pessoal! Estou com um canal no Youtube onde faço cover de músicas tocando bateria. Confiram clicando no link abaixo! Se gostarem, cliquem em gostei e não se esqueçam de se inscreverem! ;D

Hello folks! I have a Youtube channel where I do song covers playing drums. Check it out by clicking on the link below. Comment, like and don't forget to subscribe! ;D


Vitor Jambo's Youtube Channel


quarta-feira, 3 de junho de 2009

Bom ou ruim? Para refletir.

Olá, como estão todos?

No post de hoje, trago uma mensagem que tirei do livro que estou lendo (A Cabana), para nos fazer refletir sobre o que nos faz dizer que uma coisa é boa ou ruim, uma das questões muito interessantes abordadas no livro.


Não sei se todos já ouviram falar ou se já tiveram a oportunidade de ler. Caso não tenham lido, recomendo com todas as minhas forças, pois é um livro que nos faz refletir sobre a vida, morte, sofrimento, perdão, fé e redenção.

Segue a passagem do livro:

“Quando algo lhe acontece, como você determina se é uma coisa boa ou ruim?

Mack pensou um momento antes de responder.

— Bom, na verdade nunca pensei nisso. Acho que eu diria que algo é bom quando eu gosto, quando faz com que eu me sinta bem ou me dá um sentimento de segurança. Por outro lado, eu diria que uma coisa é ruim se me causa dor ou custa algo que eu quero.

— Então é bastante subjetivo?

— Acho que sim.

— E até que ponto você confia em sua capacidade de discernir o que é bom ou o que é ruim para você?

— Para ser honesto, acho que tenho razão de ficar com raiva quando alguém ameaça o que eu considero "bom", o que eu acho que mereço. Mas não sei realmente se existe algum fundamento lógico para decidir o que é bom ou ruim, a não ser o modo como algo ou alguém me afeta. - Ele parou para descansar e recuperar o fôlego. — Tudo parece relacionado comigo e com meus interesses, acho. E minha ficha também não é das melhores. Algumas coisas que eu inicialmente achava boas acabaram sendo terrivelmente destrutivas, e outras que eu achava ruins, bem, acabaram sendo... Ele hesitou antes de finalizar o pensamento, mas Sarayu o interrompeu.

— Então é você que determina o que é bom e o que é ruim. Você se torna o juiz. E, para tornar as coisas ainda mais confusas, aquilo que você determina que seja bom acaba mudando com o tempo e as circunstâncias. E, pior ainda, há bilhões de vocês, cada um determinando o que é bom e o que é ruim. Assim, quando o seu bom e o seu ruim se chocam com os do vizinho, seguem-se brigas, discussões e até guerras.”

Nesse pequeno trecho, pude avaliar muitas coisas a respeito da vida.

1. Então, porque temos a sensação que estamos no centro do universo? Ou seja, por que achamos que uma coisa é boa quando nos agrada e ruim quando não nos agrada? O que pode ser ruim para mim pode ser bom para você e vice-versa, não é?

2. Por que, mesmo fazendo com que a situação aconteça para o nosso bem, nem sempre o resultado, ao final, é positivo? Será mesmo que temos capacidade de decidir e discernir o que é bom e ruim como diz no livro?

Então queridos amigos e leitores, onde quero chegar é na seguinte questão. Não desanimem se algo não sair como planejavam. Nossa capacidade de saber o que é bom ou ruim é muito limitada, por isso, diante dos espinhos, das batalhas perdidas e dos sofrimentos da vida, tenham fé em Deus e acreditem sempre que, por trás de cada queda, decepção ou sonho destruído, há sempre uma grande lição que nos fortificará para enfrentar situações futuras com mais maturidade e discernimento. Como sempre digo, todos nós estamos a mercê das intempéries da vida, esteja em berço de ouro ou palha, o sofrimento, sempre baterá a nossa porta. O que irá nos diferenciar entre vencedores e perdedores é a forma de como o encaramos.

Por isso, mãos a obra rumo a superação de todos eles! Todos nós somos capazes de voar! :)

Grande abraço a todos vocês e que Deus estaja sempre dentro de nós!

Vitor

15 comentários:

.Mariana.Daniel. disse...

Oi Vitor,

Gostei da passagem do livro e de suas reflexões! Com certeza (e a cada dia que passa eu acredito mais nisso) as coisas boas e ruins acontecem por um propósito maior.

Tudo de bom na sua jornada, viu?!

Bjs,
Mari

disse...

Olá Vitor
Ó tima reflexão!
Esse livro é realmente transformador... nos faz pensar sobre muitos aspectos de nossa vida... Mas esse trecho saltou aos meus olhos apenas agora... e fez-me sentir um ser egoíta e infantil.
Temos q. lapidar nossa percepção para entender q. até no mal há o bem. Ou melhor, até nas situações contrárias à nossa vontade, há algum propósito, e pq. não dizer, oportunidade.
Abraços

Ma disse...

Oi Vitor tudo bem?

Tenho pensado muito nas "estranhas coincidências" da vida...
O autor deste livro que vc cita (William P. Young) é Canadense, de Alberta......

Curioso, não????

abraços

Nê & Lelê disse...

Oiee!!

Td bem?

Eu li esse livro e gostei mto!
Ótima reflexão q vc fez!!

Bjinhuuss

Silney disse...

Oi Vitor!!!!!!!!!!
quanto tempo heim???????....
bom ler teu post...eu recebi este livro on line e comecei a ler tb....é muito interessante mesmo.

e olha sobre tuas reflexoes...concordo viu... nossa tem cosias q na hora...penssamos PQQQQQQQQQQQQQ...e doi e destroi sei la...parece ser o fim...mas..na verdade nao é..... depois q passa...afinal tudo na vida passa realmente....vemos q ...bem provavel sem ter passado por aquela estranha "dor"...hoje nao estariamos...assim ou assado..me entnede???
Olha...eu q o diga...isso....do fim do ano pra ca..passei por cada uma rsrs de derrubar e achar q seria o fim...de tudo....mas hoje....me vejo feliz...como a muito tempo nao estava...me olho no espelho e vejo um sorriso alegre..q a tempo nao estava mais no meu rosto.
Doeu...o q passei ..sim doeu e muito...mas hoje...aquele sofrimento me abriu uma outra porta...q tem sido maravilhosa.
Beijosss pra vcs....

aos40 disse...

so corrigindo....o comentario foi postado pelo blog antigo..sorry...esqueci de mudar pro word press...hihi
este vai pelo novo blog..beleza?
hihiihi

César, Valéria, Lara e Anaclara disse...

Um dos meus livros prediletos, uma lição a cada capítulo. Uma das minhas melhores aquisições. Estou sempre recomendando-o.

E a vida segue...

Temperatura Máxima no Canadá disse...

Olá, olá, olá...

Pode ter certeza, quero ler o livro todo. A vida é muito curta para perdermos tempo só com o futuro, a melhor coisa da vida é viver o presente e sonhar saudavelmente com o futuro...

Saudadão de vc amigo...

Grande beijo

Rosi

Anne, Samir e Gabriel disse...

Lindo post vitinho!!!

Beijos,

Anne

Erika e Reuel disse...

Ola Vitor
tudo bem?
pois eh...estar junto da familia nos ajudar a renovar as forcas!!
ainda mais pelo que temos passado nesses dias!!
tomara que meu envelope pardo chegue logo!!heheh
um bjao pra vcs!! e boa sorte no processo tb!!

Juba e Dea disse...

Gente! Eu preciso ler este livro. Tantas pessoas já o recomendaram e falaram sobre ele...

Genial o trecho que você citou! Nosso pastor (Ariovaldo Ramos) sempre teve este raciocínio.Ele até participou de um debate sobre o livro.

É isto aí casal! Vocês estão no caminho!!

abraços fraternos

dea e juba

Ma disse...

oi vitor!!

como foi a prova sabado??

boa sorte com os resultados!!

abraço

Nê & Lelê disse...

Ow sumido!!!
Por aqui está tudo bem!!

Como foi a prova de IELTS?

Bjinhuuss

Carolina disse...

Oi Vitor,

Puxa! Todo mundo está falando nesse livro...estou ficando curiosa :)
Parece com o que tenho buscado: fazer a vontade de Deus não deixando de fazer o que me é devido.

bjs...manda um grande pra Sarinha ;)
Carol

Beto et Mari - SP Brasil disse...

Olá Vitor e Sara,

Muito boa reflexão... temos que pensar positivamente se não as vezes uma coisa poderia ser simplesmente resolvida torna-se um grande obstáculo né? Tudo depende de como encaramos a situação, e como estamos dispostos à contorná-la....

Gde abraço a vcs
Mari e Roberto