Since March 20, 2008

Olá pessoal! Estou com um canal no Youtube onde faço cover de músicas tocando bateria. Confiram clicando no link abaixo! Se gostarem, cliquem em gostei e não se esqueçam de se inscreverem! ;D

Hello folks! I have a Youtube channel where I do song covers playing drums. Check it out by clicking on the link below. Comment, like and don't forget to subscribe! ;D


Vitor Jambo's Youtube Channel


quarta-feira, 16 de julho de 2008

Vida de estudante

Hoje, resolvi desabafar um pouco pois, essa vida de estudante não é fácil! :/

Aprender inglês aqui no Brasil não é a mesma coisa que aprender em um país que tem o inglês como língua oficial, pude perceber nitidamente quando morei no Canadá.


Infelizmente, passamos anos e anos para aprender o "b-a-ba" nas escolas de inglês espalhadas pelo Brasil, e no final das contas, continuamos sem saber quase nada, até por causa do fator vergonha, que nos atrapalha um pouco também. Algumas escolas até se arriscam em anunciar: "Aprenda o inglês em apenas em 2 anos!", mas pra ser sincero, não acredito muito nisso não (para não dizer, "não me venha com essa!"). Já passei por algumas escolas como Cultura Inglesa, System 2000, Casa da Cultura Britânica mas nunca tive paciência em terminar. Quando morei no Canadá por 6 meses, aprendi mais nesse curto espaço de tempo do que em toda minha vida de estudante aqui no Brasil. Lá foi bem diferente, até pelo fato de você usá-lo em todo lugar, e também por ser uma questão de sobrevivência, ou fala, ou fala! E mesmo assim, depois de alguns anos praticando o inglês aqui no Brasil, quando cheguei no Canadá, não foi fácil de entender o que o povo falava! Pensei comigo: "o que diabos eu estava aprendendo no Brasil?".


Depois de tantos anos estudando em escolas de inglês, hoje, estou com um professor particular nativo (californiano), e confesso, não tem comparação, o aprendizado é muito mais rápido. Eu tenho alguns pontos a melhorar (para não falar defeitos! hehe) que atrapalham um pouco meu aprendizado, que é o meu lado perfeccionista, ou seja, só falo quando a frase já está formulada na mente e certa (ou o mais correto possível), o que as vezes me trava um pouco para falar. Mas estou superando isso aos poucos.


Mas deixando um pouco a faladeira de lado, o ponto em que eu queria chegar era o seguinte, não sei se acontece com todo mundo, ou é só comigo mesmo, mas tem dias, que em minhas aulas de inglês, eu falo tanto que me sinto até um canadense, saio das aulas dizendo para mim mesmo: "o Canadá que me aguarde!" (hehehe), mas em compensação, tem outros que não acerto uma!! Saio frustrado!! Uma das coisas que não me entra, são as preposições, é raro eu acertar uma! Eita coisinha chata! Ao tentar falar em inglês, uso preposições do português em inglês que não funcionam como no português. Acho que o fator que mais dificulta em aprender a língua, é o pensar em inglês! Mas enfim, aos poucos vou superando os obstáculos.


Um abraço a todos!


Vitor


6 comentários:

Carolina disse...

É Vitor...concordo plenamente com você!....estou louquinha atrás de um profº nativo....e olha que estou em S. Paulo (onde supostamente encontra-se de tudo)!!! Só encontrei um até agora que mora do outro lado da cidade...estou fazendo o curso regular, mesmo, lá na minha faculdade...é muito bom, mas não é a mesma coisa........quanto às preposições, você não é o único...mas com o tempo agente aprende@@

abç,
Carol.

ReMiGaLu disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
mildred.davim disse...

Poxa Vitor,

Bacana as palavras de carinho, isso tbm nos motiva a escrever nossas experiências nas terras geladas.

Quanto o que vc fala de estudar inglês, realmente essa é a mais pura verdade!!!

Que os anjos digam amém para todo o projeto de vida de vcs.

Mildred

Anne, Samir e Gabriel disse...

Vitor,

Pensar em inglês é complicado.. Rsrsrs, mas faz como eu.. Fala sozinho, msm q errado, escute suas músicas em inglês, assista a filmes com legenda e áudio em inglês... Só assim pra ir entrando algumas coisinhas!!

Beijos pra vcs..

Anne

Sandro e Família disse...

Vitor

Se serve de consolo comigo acontece da mesma forma. Não consigo aprender sentado numa cadeira de curso de idiomas no Brasil, pois depois de 40 minutos de aula todos voltamos a pensar e falar em português.
Os meses de intercâmbio valem muito mais que anos de sala de aula.

Fique tranquilo pois assim que chegar no Canadá o aprendizado evolui bem rápido.

Abração

Cau disse...

Trabalhei anos em uma escola de idioma e o convívio diário com os professores (que sabiam que eu falava inglês/espanhol e só se comunicavam comigo nessas línguas), me fez ver o quão importante é você aprender num ambiente assim: onde o português não tem vez.

O nosso esforço hoje será recompensado lá :)